MANIFESTO DO FÓRUM POPULAR DA SAÚDE.

As trabalhadoras e os trabalhadores, aqui sob a representação das entidades sindicais, populares, estudantis e partidárias abaixo, vêm a público manifestar séria preocupação sobre a situação da pandemia do novo Coronavírus, a Covid-19, no Estado do Paraná.

O Brasil contabiliza quase 360 mil mortes. Além da identificação de três variantes do vírus de fora do Brasil (Reino Unido, África do Sul e Estados Unidos) há a presença de três variantes brasileiras (P1, P2 e N9) em circulação no país, que conforme artigos científicos apresentam alto índice de transmissibilidade quando comparado com o vírus original, impactando, inclusive, crianças, jovens e adultos.

Acesse abaixo o conteúdo na íntegra

[FOPS- SP] 1º de maio – Por um SUS 100% Público e Estatal

1º DE MAIO DE LUTA É NA SÉ

COLUNA DA SAÚDE às 10h

Não há nada mais importante na vida de uma pessoa e de um povo do que a saúde. No Brasil, conquistamos a universalização da saúde através do SUS. No entanto, governo após governo vem atacando o SUS.

Nos últimos anos, os principais ataques ao SUS foram os estrangulamentos de verbas e a privatização da saúde pública. O estrangulamento de verbas existe para que o dinheiro que deveria ser gasto com saúde seja usado pelos governos para pagar a dívida externa e interna, para os banqueiros e especuladores. A privatização, aqui no estado de São Paulo, está sendo feita por Serra e Kassab, através das “Organizações Sociais”.

Nós, do Fórum Popular de Saúde de São Paulo, fazemos um chamado ao conjunto da classe trabalhadora e do povo, a que juntos nos manifestemos neste 1º de maio em defesa de uma saúde pública que realmente responda aos interesses da população. Por isso, nossas palavras são:

– Saúde não rima com lucro: CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE! POR UM SUS 100% ESTATAL, SOB CONTROLE DOS TRABALHADORES!

– DOBRAR AS VERBAS PARA SAÚDE PÚBLICA! POR 6% DO PIB PARA A SAÚDE PÚBLICA!

www.forumpopulardesaude.com.br