Na Assembleia Legislativa, privatização dos serviços públicos

Fonte: SISMMAC

Na segunda-feira (5/12) também foi votado, na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei que cria as Organizações Sociais (PL 915). Esse projeto abre brecha para a privatização de boa parte dos serviços de saúde, cultura, meio ambiente, entre outros, que hoje são garantidos pelo governo do estado.

Entretanto, os deputados não aprovaram essa medida com tanta facilidade.

Mais de 300 pessoas, trabalhadores de várias áreas, além de estudantes, estavam na Assembleia para pressionar os deputados a não aprovarem o PL. A direção do SISMMAC e vários professores das escolas estavam presentes engrossando a manifestação.

Trabalhadores e estudantes ocuparam as galerias da Assembleia e também o plenário, puxando palavras de ordem contra a privatização. Os deputados, com medo da pressão, chamaram a polícia que apareceu fortemente armada com metralhadoras e escopetas. Cercaram o plenário impedindo a entrada e a saída dos manifestantes. Por volta das 20h, chegaram cerca de duzentos policiais à paisana, que entraram no prédio ameaçando retirar os manifestantes com o uso da violência.

Os manifestantes que estavam do lado de fora tentaram impedir a entrada, forçando o portão de entrada, mas foram reprimidos pelos policiais fardados que cercavam o prédio. A ocupação só terminou às 21h, com ameaças e uma manobra suja dos deputados. Estes, a princípio votariam a PL 915 no plenarinho, mas após a desocupação os deputados voltaram para o plenário e encaminharam a votação.

A aprovação desse Projeto representa um passo importante na des truição dos serviços públicos de saúde,  cultura e vários outros. Apenas a e ducação e a segurança ainda não são incluídos do PL da privatização. Mesmo assim, o SISMMAC esteve presente na ocupação, afinal esse é um grande ataque ao conjunto dos trabalhadores do nosso estado, principais beneficiados pelos os serviços públicos que estão sendo privatizados.

Na terça-feira (06/12), os trabalhadores de reuniram em frente a Assembleia Legislativa, onde foram novamente impedidos de entrar por uma corrente de policiais armados.

Após uma entrevista coletiva com a imprensa, os manifestantes foram para a Boca Maldita divulgar essa atitude antidemocrática do governador do estado do Paraná.

Veja as fotos da manifestação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: