Tratada, endometriose não impede gravidez

Publicado em 14/02/2011 | Agência Estado

Fonte: /static.blogstorage.hi-pi.com

O diagnóstico de endometriose costuma assustar mulheres que desejam ter filhos. A doença, caracterizada pela presença de células do endométrio fora do útero, causa inflamação nos órgãos atingidos e dificulta a gravidez. Muitas mulheres, como a personagem Carol, vivida por Camila Pitanga na novela “Insensato Coração’’, da Rede Globo, chegam a pensar que o problema é irreversível.

No entanto, segundo especialistas, se for diagnosticada cedo e tratada, a doença não impossibilita a gravidez. Uma cirurgia simples aliada ao uso de medicamentos pode eliminar o problema e impedir sua volta. “A mulher que quer engravidar deve passar por uma videolaparoscopia e bloquear a menstruação com medicamento. Após alguns meses, ela estará apta para tentar engravidar”, explica o ginecologista Aléssio Calil, do Hospital São Luiz.

Esse tratamento, porém, costuma ser bem-sucedido entre mulheres com casos mais leves da doença. Com o problema em estágio avançado, a gravidez costuma ser alcançada somente com a fertilização “in vitro’’. Por isso, é importante que o diagnóstico seja feito precocemente.

“Nosso desafio é alertar as jovens de que uma cólica menstrual intensa, que não passa com medicação, não é normal’’, diz Eduardo Schor, professor do departamento de ginecologia da Unifesp. Ele diz que o tempo entre a procura de um médico com queixa de cólica (principal sintoma) e o início do tratamento cos­­tu­­ma ser de oito anos. Se­­gundo especialistas, após o tratamento as chances de engravidar dependem da qualidade do sêmen do marido e da situação dos órgãos afetados pela doença.

*Retirado da Gazeta do Povo

______________________________

Para aprofundamento, recomendamos o portal http://www.endometriose.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: